sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Assaltos da nova geração (que dizem ser rasca...)

Esta manhã enquanto comia os meus cereais (antes de uma caneca de café bem forte...), estava a ver na tv as notícias matinais.
Outra Bomba de gasolina foi assaltada lá para os lados da Moita. Lembro-me de quando esta notícia não era novidade e até surgia como notícia de última hora e de destaque em alguns jornais e na tv.
Hoje, surge como algo tão banal como o boletim meteorológico, o qual até damos mais atenção!
Mandei uma gargalhada ao ouvir: "... A empregada não ofereceu resistência e pronto, não houve feridos..."

E pronto, não houve feridos e já está. Agora eles que dividam bem o dinheirinho, comprem novas fatiotas para o próximo assalto que provávelmente será ainda no próprio dia e adquiram no novo sistema de Leasing, Carjacking, um automóvel que pode ser topo de gama.

:)

6 comentários:

  1. pelos vistos, esses gajos tiveram sorte!
    não tiveram que esperar que outros acabassem o assalto para eles assaltarem depois...

    ResponderEliminar
  2. Vício, Acho que eles anteciparam-se. Os próximos é que coitados, não devem ter tido sorte...

    ResponderEliminar
  3. Sinceramente, acho que sempre houve assaltos a bombas, mas a comunicação social acha que isto é assunto de extrema importância e que têm de dar uma cobertura mais do que mediática sobre o assunto. É incrivel como se perdem cerca de 20 a 30 minutos diários sempre a falar das mesmas cenas, dos assaltos, da falta de segurança, mas sempre sobre as mesmas coisas. Apre! Raios partam os jornalistas. Se não têm noticias para dar...calem-se. Estou como o outro: porque non te callas?

    Bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  4. Blossom ehehe :D nem mais! Já há poucas notícias que me prendem a atênção... A rara vez de que recordo,foi esta semana quando deram uma entrevista de um científico e de um Teólogo sobre o acelarador de partículas.

    Isso sim! è algo de muito interessante.

    Bom fim de semana:)

    ResponderEliminar
  5. De facto ultimamente os Media andam a empolar demasiado a questão da criminalidade violenta. Ela sempre existiu, não é algo novo, por isso não há necessidade de exacerbar os ânimos com notícias desse tipo.
    Qualquer dia já ninguém sai à rua com medo de ser assaltado...

    ResponderEliminar
  6. O problema é mesmo a atenção indevida a estas questões, que as tornam maiores e dão a sensação de mais criminalidade.

    E criminalidade gera mais criminalidade.

    ResponderEliminar